sexta-feira, 29 de julho de 2011

[Gordinha's Facts] Restart

Era pra eu ter escrito tudo isso no dia 09 de julho...
Naquela ocasião, emagreci 3,7Kg. Na semana anterior, recebi a dieta da médica. A semana passou e logo na segunda me pesei, perdi peso... Mas confesso que não foi com saúde. Peguei um rotavírus que me deixou péssima, sem vontade de nada. Nem de comer.
Acabei furando a dieta várias vezes e estou aqui de novo...

Desde que recebi a dieta, quis fazer direito. Medir as porções, ficar de olho nas gorduras, na salada, nas quantidades... mas não consegui. Não desisti, mas dei uma relaxada. Vi que era possível, mas ao invés de seguir em frente, coloquei a culpa do fracasso no lugar onde costumo almoçar. Ok, não tem mesmo saladas, peixe, opções mais saudáveis, poderia buscar por isso, mas e a comodidade? Poderia fazer meu almoço em casa, mas e o tempo?
 
Mas melhorei em algumas coisas. Reduzi meu refrigerante, os doces (acreditem!) e as frituras. Dou umas escapulidas quando meu namorado (lindo) está aqui no Rio. Ele sempre quer comer uma massa, uma pizza... E eu acabo indo com ele! Logo eu, que entrei na dieta para ajudá-lo e deveria estar ao lado dele, incentivando...


Acho que não cheguei a dizer, mas todo esse meu programa de dieta começou por causa dele. Faz um tempo que ele está acima do peso e ficava adiando a ida ao médico, até que eu mesma peguei a indicação de uma super médica com uma amiga e marquei a consulta. Me comprometi a ir com ele nas consultas e estou sempre junto. O bom disso tudo foi que ele gostou mesmo da médica, o primeiro passo para seguir adiante no programa. Logo na segunda consulta, ela passou a dieta e eu peguei uma cópia, pra fazer junto, pra incentivar. Antes de pegar a dieta, fiquei tensa. Logo pensei que estaria perdida, que seria uma dieta do tipo hard, mas fiquei bastante surpresa ao ver que era uma dieta bastante permissiva. Restrições? Claro! Mas nada de fazer passar fome, muito pelo contrário: a indicação era de que tinha de comer 6x ao dia, lembrando das principais refeições (balanceadas) e fazendo pequenos lanches (também balanceados) entre essas refeições. Nada muito complicado, mas muito mais fácil para quem não trabalha fora, ou trabalha perto de restaurantes com diversas opções de buffet. Ele fura muito mais a dieta que eu. Como ele fica longe, não tem como eu controlar, mas eu bem que tento.


Mas voltando a falar de mim... Coloquei a culpa do boicote na falta de opção de buffet. Exagerei neh? Desculpa mega esfarrapada...
De lá do dia 09 de Julho até hoje, lembro de praticamente todos os furos que eu dei. Fui no Pizza
 Hut, fui no Burguer King uma vez (mas valeu muito a pena, já que foi para reencontrar um grande amigo), fui ao Mc Donalds (mesmo comendo Mc Fish), comi bolo no meu aniversário, comi mais bolo e pizza no aniversário da avó do Mô, lanchei cachorro quente umas 3x, fui num rodízio de comida japonesa e tenho almoçado muito mal durante a semana (quando eu consigo almoçar). Ah, praticamente furtei da minha casa um saquinho de chocolate granulado crocante (e valeu super a pena). Vivo me perguntando se recuperei meus kgs perdidos. Minha calça teste diz que não, mas a minha consciência anda pesada de uma semana pra cá. Me olho no espelho às vezes e acho que melhorou alguma coisa, mas nunca sei dizer...



Não como com culpa, nunca! Como feliz, sabendo o que eu estou fazendo e depois eu penso no que fazer. Mas agora não dá mais. Estou aguardando ansiosa a liberação da minha médica para que eu possa praticar exercícios físicos e quero mesmo mudar minha rotina. Não sei como seria essa coisa de comer entre as refeições... isso não se encaixa muito comigo, afinal, não tenho como arranjar gelatina diet ou frutas frescas no meio da tarde-quase-noite no local onde trabalho. A boa é arranjar, dentro da dieta, uma alternativa.
Bola pra frente? Pode ser agora.